QUEM SOMOS?

REBELDES, SEMPRE

Nossa radio RFM nasceu focada na ideia da liberdade de expressão, a música na sua essência é uma das artes onde o homem consegue colocar suas virtudes, seus anseios, seus sonhos, seus desejos, externar sua essência.
Vendo a musica sendo tratada como objeto de alienação social Criamos a REBELDIAFM, uma rádio formada por Djs e pessoas do meio Jornalístico e da comunicação e que tem a missão de propagar a musica na sua melhor forma de expressão e trazer a vontade ao ouvinte de escutar radio novamente.

A RFM não leva em consideração "Tempo", ou seja, música de verdade é atemporal, musica Boa não tem prazo de validade NÃO TEM IDADE, por isso nossa programação é eclética e mescla o Novo com o Velho muito bem.

Refutamos a ideia do Jabá, ou seja, só terá oque consideramos o melhor para o nosso ouvinte.

Segundo o  texto de Diego Kobylinski, A musica é a principal das artes !

Desde tribos indígenas, até em grandes cidades, a música é em especial uma forte presença artística na cultura. O feito de cantar ou escutar uma canção pode desencadear efeitos emocionais numa pessoa. Tristeza, alegria, nostalgia, raiva, muitos são os sentimentos que veem aos ouvintes da música. Estes sentimentos, quando contidos em várias pessoas, podem gerar movimentos sociais. Como exemplo, os movimentos: punk, grunge, alternativo e emotivo (este, o mais popular no Brasil). Muitos movimentos buscavam como meta uma maior liberdade de expressão e uma melhor qualidade de vida na sociedade. Portanto, a música pode ser considerada uma das artes que mais influenciam na sociedade. Por isso, muitas mídias optam pela monopolização do mercado fonográfico. Se há décadas era a censura a principal vilã, agora é a alienação, o controle do que vai ou não fazer sucesso. Isso somado ao descaso pela qualidade musical atual na sociedade brasileira, especialmente nas classes mais pobres, provocando um declínio cultural.

Ocorrendo o declínio cultural, ocorre juntamente o declínio da educação, com o declínio da educação, aumenta a facilidade de alienação. Situação perfeita para os políticos, burgueses e outros monopolizadores da nossa sociedade. É só observar em volta, liga o rádio e escuta o que está tocando, liga a TV no domingo e vê os grupos convidados para tocar nos programas, provavelmente não são grupos tocando canções com letras bem elaboradas e que falem sobre questões sociais, certo?

No Brasil, é predominante o movimento cultural emotivo. Isso porque são produzidas em exagero músicas que só falam de amor, isso é visto em todos os estilos. Não que falar de amor seja algo ruim, o problema é que as grandes emissoras só colocam obras com esse tipo de tema para tocar, parecendo até que estamos num filme de amor, onde tudo são flores.

0k
Videos
0 +
Podcasts
0 +
Unique Shows
0k
Listeners

Photo Gallery