Música Eletrônica

Por definição, música eletrônica é toda e qualquer música criada ou modificada por meio de equipamentos e instrumentos eletrônicos, como gravadores digitais, computadores, softwares e sintetizadores. E apesar de alguns gêneros da e-music terem feito tanto sucesso a ponto de se tornarem sinônimo de “música eletrônica” – como é o caso do techno, por exemplo –, são inúmeros os diferentes estilos musicais criados utilizando instrumentos eletrônicos, fazendo com que esse tipo de música não reúna uma só “tribo”, já que com tanta variedade é possível agradar a gregos e troianos.

E engana-se quem acredita que a música eletrônica surgiu nas décadas mais recentes da nossa história. Na verdade, a partir dos anos 1970 a e-music teve uma evolução incrivelmente rápida, mas há registros de que o ser humano já criava músicas eletronicamente desde o século retrasado. Muito antes da música eletrônica se tornar o símbolo das baladas e da vida noturna, ela chegou a ser algo rústico e até mesmo erudito, também sendo presente na música popular.

Atualmente, a e-music é um dos pilares mais relevantes da indústria fonográfica e faz a economia girar com a realização de gigantescos festivais musicais em todo o mundo, indo muito além das raves que ficaram caracterizadas na mídia como um reduto de jovens interessados em sexo e drogas. Então neste especial dividido em três partes vamos fazer um apanhado da história da música eletrônica, desde os primórdios até hoje em dia.